segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Adeus Ano Velho, FELIZ Ano Novo!!!

Fazendo o balanço, 2012 foi um ano bom com seu lado positivo e alguns lances negativos. Pela primeira vez pisei em solo carioca, sim, fui ao Rio de Janeiro, foi a trabalho mas foram momentos incríveis o suficiente para serem eternizados em minha mente. Foi lindo e realmente o Rio de Janeiro continua lindo! Muitas coisas aconteceram... boas e ruins durante todo o ano, mas o mais marcou mesmo foi na passagem do mês de Maio para Junho. Minha mãe sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral), foram 22 dias de agonia entre as paredes daquele Hospital, nunca vou conseguir esquecer o cheiro que me causava frio... mas graças a Deus, minha mãe retornou para casa com vida. De lá pra cá minha vida virou bruscamente de cabeça para baixo. Mas se eu for contar todos momentos de tristeza, de saudade, de aperto, de solidão, de desânimo e até de raiva que eu senti, eu levaria alguns muitos dias. Ficamos então somente no resumo, ok. Enfim, as promessas que eu tinha me feito no inicio do ano não foram cumpridas, eu não tive tempo de me cuidar, fui obrigada a desistir da academia, não saí com as amigas como eu havia prometido, nem fiz as viagens que idealizei, muito menos consegui fazer dieta, afinal com os nervos a flor da pele... quem conseguiria? Em 2012 eu chorei muito, senti dores terríveis, tanto emocionalmente como fisicamente, isso só eu e Deus sabemos como foi duro. Financeiramente fiquei no vermelho como há tanto tempo não ficava, isso me deixou mal humorada e as pressões com tantos compromissos de trabalho, casa, administrar a casa sem ajuda da minha mãe e sem poder contar com o pai, ser responsável por tantas coisas de uma só vez na minha vida foi no mínimo desgastante. Eu entendo hoje que ninguém sabe o que isso significa por que só quem passa na pele, é que pode imaginar. Em 2012 eu trabalhei muiiiito, fui mal interpretada milhares de vezes, caí e levantei praticamente todos os dias. Graças a Deus fui surpreendida com elogios e reconhecimentos que eu não imaginava, recebi visitas inesquecíveis, fui acolhida e ajudada de forma inexplicável pelas mais diversas pessoas, e foram tantas que eu seria incapaz de lembrar todos os nomes para citar aqui. Em 2012, eu aprendi lições que desejo levar comigo pra sempre e poder compartilhar sempre que possível. Em 2012, fiz muitas amizades novas, pessoas maravilhosas e que nem elas sabem o quanto são tão queridas em meu coração, levarei pra sempre! Mas também revi e fortaleci antigas e também muito queridas “amizades”, convivi mais com a família, assisti muitos filmes, precisei e renovei meu quarto (eu estava merecendo!), comprei meu 1°carro (inesquecível) e outras coisinhas, mas principalmente fui presenteada por Deus. Foram momentos que vivi... que compreendi que existem coisas na vida da gente que não cabem explicações mas que elas sempre vêm acompanhadas de certezas que só um PAI DIVINO poderia me dar... E por isso, esses momentos, só tenho a agradecer. Cometi erros esse ano? Claro, quem de nós não os cometeu. Não chorei por quem não deveria... derramei lágrimas, muitas, por motivos e pessoas que realmente me importavam. Foi um ano particularmente DIFÌCIL, mas chegamos ao final melhor do que poderia imaginar. Me sinto um pouca mais velha, mais solteira do que nunca, sensível, cansada, mas munida de esperança. A minha fé não me deixou ficar caída no chão em nenhum dos momentos que caí... e pude me sentir mais perto da força interior, ouvi várias vezes: “A força que você tem dentro de si é fonte geradora de energia, de vida e de amor. Para ela não existe tarefa impossível. Renove a cada dia a força interior e agradeça a Deus por esse dom que lhe dá infinita paz e capacidade de superar qualquer obstáculo”. É claro que também houve vários momentos que fraquejei. DESISTIR? Confesso que eu até pensei seriamente nisso, mas nunca me levei realmente a sério. É que tem mais chão nos meus olhos do que cansaço nas minhas pernas, mais esperança nos meus passos do que tristeza nos meus ombros, mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça. Para 2013 eu desejo: Saúde, mais força, mais tolerância, mais coisas boas para poder compartilhar, mais trabalho, mais família, mais tempo, um pouco de dinheiro, muito mais amigos maravilhosos, apaixonar-me e viver um amor grande e novíssimo em folha daqueles que vêm pra ficar, desejo mais que tudo sabedoria para viver tudo isso, e é claro ver cada dia mais minha mãe sorrir! Que em 2013, eu, você e todos possam se sentir feliz, e AMAR! Entro em 2013 com o coração livre e cheio de amor para dar. Que venha 2013 de abundante vida!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Para tempos difíceis...

Para não me esquecer de lições importantes em tempos difíceis... Escrito por Regina Brett, 90 anos de idade, assina uma coluna no The Plain Dealer, Cleveland, Ohio. "Para celebrar o meu envelhecimento, certo dia eu escrevi as 45 lições que a vida me ensinou. É a coluna mais solicitada que eu já escrevi." Meu hodômetro passou dos 90 em agosto, portanto aqui vai a coluna mais uma vez: 1. A vida não é justa, mas ainda é boa. 2. Quando estiver em dúvida, dê somente o próximo passo, pequeno . 3. A vida é muito curta para desperdiçá-la odiando alguém. 4. Seu trabalho não cuidará de você quando você ficar doente. Seus amigos e familiares cuidarão. Permaneça em contato. 5. Pague mensalmente seus cartões de crédito. 6. Você não tem que ganhar todas as vezes. Concorde em discordar. 7. Chore com alguém. Cura melhor do que chorar sozinho. 8. É bom ficar bravo com Deus Ele pode suportar isso. 9. Economize para a aposentadoria começando com seu primeiro salário. 10. Quanto a chocolate, é inútil resistir. 11. Faça as pazes com seu passado, assim ele não atrapalha o presente. 12. É bom deixar suas crianças verem que você chora. 13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem idéia do que é a jornada deles. 14. Se um relacionamento tiver que ser um segredo, você não deveria entrar nele. 15. Tudo pode mudar num piscar de olhos Mas não se preocupe; Deus nunca pisca. 16. Respire fundo. Isso acalma a mente. 17. Livre-se de qualquer coisa que não seja útil, bonito ou alegre. 18. Qualquer coisa que não o matar o tornará realmente mais forte. 19. Nunca é muito tarde para ter uma infância feliz. Mas a segunda vez é por sua conta e ninguém mais. 20. Quando se trata do que você ama na vida, não aceite um não como resposta. 21. Acenda as velas, use os lençóis bonitos, use roupa chic. Não guarde isto para uma ocasião especial. Hoje é especial. 22. Prepare-se mais do que o necessário, depois siga com o fluxo. 23. Seja excêntrico agora. Não espere pela velhice para vestir roxo. 24. O órgão sexual mais importante é o cérebro. 25. Ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você.. 26. Enquadre todos os assim chamados "desastres" com estas palavras 'Em cinco anos, isto importará?' 27. Sempre escolha a vida. 28. Perdoe tudo de todo mundo. 29. O que outras pessoas pensam de você não é da sua conta. 30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.. 31. Não importa quão boa ou ruim é uma situação, ela mudará. 32. Não se leve muito a sério. Ninguém faz isso. 33. Acredite em milagres. 34. Deus ama você porque ele é Deus, não por causa de qualquer coisa que você fez ou não fez. 35. Não faça auditoria na vida. Destaque-se e aproveite-a ao máximo agora. 36. Envelhecer ganha da alternativa -- morrer jovem. 37. Suas crianças têm apenas uma infância. 38. Tudo que verdadeiramente importa no final é que você amou. 39. Saia de casa todos os dias. Os milagres estão esperando em todos os lugares. 40. Se todos nós colocássemos nossos problemas em uma pilha e víssemos todos os outros como eles são, nós pegaríamos nossos mesmos problemas de volta. 41. A inveja é uma perda de tempo. Você já tem tudo o que precisa. 42. O melhor ainda está por vir. 43. Não importa como você se sente, levante-se, vista-se bem e apareça. 44. Produza! 45. A vida não está amarrada com um laço, mas ainda é um presente.

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Dia após dia...

Hoje talvez não tenha sido o melhor dia... mas dias melhores virão! Especificamente no caso da minha vida e da minha mãe, sim, dias melhores hão de vir! Amanhã já será melhor. Semana que vem mais, depois mês que vem... e daqui um ano tudo estará diferente. Em outras épocas, eu ficaria com medo se eu ouvisse isso de alguém... mas hoje só me dá mais força, esperança. É verdade que a dor dói, e as vezes dói muito mais do que achávamos ser capazes de suportar, maaas, a dor também ensina e nos faz amadurecer em alta velocidade.
E depois de tudo aquilo que passou, parou de querer planejar o amanhã e adivinhar o futuro. Vivia um dia de cada vez. Pois o amanhã a Deus pertence...

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Coisas da Vida...

1. Acasos realmente estão longe de existir. - Se eu tivesse entendido o porque em anos sem perder hora, de repente eu perco 1 hora inteirinha, acordo com tempestade... aaa se eu tivesse prestado mais atenção nos sinais... talvez eu não tivesse saído de casa e teria evitado muitos degastes. 2. Reclamação e Negativismo são geradores negativos. - Segunda eu reclamei do domingo, e a segunda acabou pior que o domingo... e na terça eu reclamava da segunda quando... consegue adivinhar? a terça conseguiu ficar ainda pior! Acredito na energia das ondas do mal assim como acredito no Bem Maior. As vezes o mal cerca tanto a vida da gente... e não entendemos a razão. Eu particularmente sempre acreditei que o mal nos quer longe de estar tudo bem e acreditando fielmente no BEM, então ele vem as vezes começa como uma brisa e termina como um furacão, fazendo a cabeça da gente rodar, rodar e rodar... Eu só tenho pedido que meu peito não estoure e meu coração aguente. Falta minha mãe pra conversar comigo. Falta um pai de verdade, acho que ele nunca existiu. Faltam amigos presentes. Falta dinheiro. Falta um amor pra temperar a vida. Falta um sorriso de uma criança. Falta abraços. Falta forças pra sonhar. Falta, falta tantas coisas nessa minha vida... falta a capacidade de não reclamar, principalmente. Mas acima de tudo, acho que falta tudo. Só rezo pra que não falte Deus. Por que com ele eu posso ser fênix, e dotar-me de resiliência. Acabou o desabafo. Hoje falta tudo... mas eu agradeço por tudo por que amanhã pode não faltar. Amém.

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

warmer in my dreams

Estar tão intensamente com você, tão profundamente perto... mesmo que seja só em sonho é de um prazer gigantesco. Prazeroso é apelido! Queria tanto um bis...

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Semana de Lágrimas.

Essa semana foi uma semana longa. Chorei a partida de Hebe, estrela que deixou de brilhar na terra pra brilhar no céu.
Depois chorei muito de saudade da minha mãe, eu sei que ela está aqui mas sinto saudade de ouvir ela falando pelos cotovelos, das brincadeiras bobas, das comidas sempre tão caprichosas e principalmente do carinho que só ela sabia dar. Chorei muito,,, lágrimas de filha, memórias de filha e de amiga. Dói, dói demais.
Também não foi fácil no quesito ser mãe de minha mãe, é uma luta por dia. Mas uma alegria por tê-la conosco. No dia 3 (quarta-feira) foi aniversário dela, voltarei pra postar a cartinha que enviei junto a um vaso de flor liiindo. Não tem preço chegar em casa e ver o sorriso dela, aquele olhar de cumplicidade faz cada minuto de luta e de vida valer a pena. É amor demais. Mais uma semana de muitas lições.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Cheia de Saudades!

Ah! Hoje fiquei tristinha por que minha novela "cheias de charme" acabou, vou sentir saudades. Adorava. E nunca vou esquecer o Elano.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Arrepios de uma mente

AS vezes você me vê mas não me enxerga como eu te fotografo, se percebes não sabes, mesmo sem saber, sem ser... é tão gostoso sentir mesmo que por mísero segundo. Você não imagina como te imagino, ao me agradar quando eu não espero és um desatino, ao penetrar meus pensamentos me arrepia, assusta, comove e vai embora. Possibilidade, longe da realidade. Opostos dentro da cidade, tão perto mas separados por uma imensidão. Segundo a vida, faz tremer perto e nem lembra longe, muros da ignorância impermeiam um sonho, mas talvez você não passa de um segundo no pensamento. Passarei a chamar por cheiro bom, azul perturbador, tremor improvável, desejo proibido, quase amigo, sonho impossível. Flash black adolescente. Imaginação quente. Talvez você só exista desse jeito em minha mente, mas não deixas de ser delírio presente. Me encontre novamente, mas não chegue muito perto é melhor pra gente.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Nas curvas

Há tempos atrás quando alguém me decepcionava, fosse quem fosse e o que fosse, eu me chateava e ficava totalmente surpresa e confusa, era de doer algumas atitudes das pessoas... hoje eu tenho outra visão a respeito disso. Confesso que ainda me surpreendo com o egoísmo e com a hipocrisia, sinto muito pela frieza mascarada em tantos relacionamentos e até mesmo nas convivências do dia-a-dia... Acho que tudo se resume num único ponto: ainda falta muito Amor entre os seres humanos. Amor de Verdade, tá em falta. Mas finalizando o desabafo inicial, não me sufoca mais a decepção. Quando as coisas acontecem ou não, se as pessoas me magoam, seja da forma que for, não me importo mais se foi proposital ou não, me contento em saber que aprendi mais uma vez. Há as lições inéditas e ainda aquelas que se repetem, não vale decorar, na vida tudo exige que você saiba contornar quando preciso e seguir em frente mesmo sem que ninguém lhê carona. Há momentos que no silêncio o barulho é perturbador, e há momentos em que em meio a tantos barulhos você só se encontra em seu próprio silêncio. Vivendo e Aprendendo. Amando apenas por amar. Esperando por que ainda há Fé, e quem sabe o Amor um dia Venha.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Após uma longa espera...

Uma grande chuva vem molhar... o que antes estava cansado de estar seco.
Amém.

Felicidade Realista

*** Li esse e-mail hoje, adorei, tinha que postar***
A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... Não basta termos alguém com quem poder conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos amor, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, Queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante, pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio. Dinheiro é uma benção. Quem tem precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E, se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade. Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Vai embora alergia... seja bem-vinda Alegria!

Após 15 dias numa crise alérgica triste, passei metade do domingo no 24 hrs, e na segunda acordei pior. Ninguém merece! A inflamação alérgica da garganta e do nariz, subiu pros olhos e estou numa angustia dolorosa, não vejo a hora que passa. E tem outra coisa: estou sentindo muita falta da minha melhor amiga, das conversas cotidianas... mamãe seu silêncio me deixa tão pequenininha... Deus, traz aquela voz tagarela de novo pra mim?! Saudades sufocantes. Eu imaginava que faria falta nossas brigas... mas não imaginava tantoO. Deus esteja conosco, como ontem, hoje e sempre. Amém.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

sábado, 8 de setembro de 2012

ReCHeiO

O que está atrás de nós e o que está à nossa frente são coisa pouca, comparado ao que está dentro de nós. (Ralph Waldo Emerson)

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

sábado, 1 de setembro de 2012

Tudo muda o tempo todo no mundo!

"Não há lugar para onde correr: as mudanças, quando precisam acontecer, sabem como nos encontrar." (Ana Jácomo)

Um flash

Eu não procuro alguém pra pentencer e ter posse, só quero uma fonte segura de amor que não dependa das obrigações, das falas decoradas, dos scripts prontos. Eu sei que eu abri mão de várias oportunidades. Sei que fiz pouco caso do amor que me entregaram de maneira pura e gratuita, só porque eu achava que podia encontrar coisa melhor. (…) eu só queria alguém minimamente eterno em sua duração, que me fizesse parar de achar normal essa história de perder as pessoas pela vida.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

"FAMILIA"

Trechos do livro "O Arroz de Palma" de Francisco Azevedo. "Família é prato difícil de preparar. São muitos ingredientes. Reunir todos é um problema...Não é para qualquer um. Os truques, os segredos, o imprevisível. Às vezes, dá até vontade de desistir... Mas a vida... sempre arruma um jeito de nos entusiasmar e abrir o apetite. O tempo põe a mesa, determina o número de cadeiras e os lugares. Súbito, feito milagre, a família está servida. Fulana sai a mais inteligente de todas. Beltrano veio no ponto, é o mais brincalhão e comunicativo, unanimidade. Sicrano, quem diria? Solou, endureceu, murchou antes do tempo. Este é o mais gordo, generoso, farto, abundante. Aquele, o que surpreendeu e foi morar longe. Ela, a mais apaixonada. A outra, a mais consistente... Já estão aí? Todos? Ótimo. Agora, ponha o avental, pegue a tábua, a faca mais afiada e tome alguns cuidados. Logo, logo, você também estará cheirando a alho e cebola. Não se envergonhe de chorar. Família é prato que emociona. E a gente chora mesmo. De alegria, de raiva ou de tristeza. Primeiro cuidado: temperos exóticos alteram o sabor do parentesco. Mas, se misturadas com delicadeza, estas especiarias, que quase sempre vêm da África e do Oriente e nos parecem estranhas ao paladar tornam a família muito mais colorida, interessante e saborosa. Atenção também com os pesos e as medidas. Uma pitada a mais disso ou daquilo e, pronto: é um verdadeiro desastre. Família é prato extremamente sensível. Tudo tem de ser muito bem pesado, muito bem medido. Outra coisa: é preciso ter boa mão, ser profissional. Principalmente na hora que se decide meter a colher. Saber meter a colher é verdadeira arte. Uma grande amiga minha desandou a receita de toda a família, só porque meteu a colher na hora errada. O pior é que ainda tem gente que acredita na receita da família perfeita. Bobagem. Tudo ilusão. Não existe Família à Oswaldo Aranha; Família à Rossini, Família à Belle Manière; Família ao Molho Pardo (em que o sangue é fundamental para o preparo da iguaria). Família é afinidade, é à Moda da Casa. E cada casa gosta de preparar a família a seu jeito. Há famílias doces. Outras, meio amargas. Outras apimentadíssimas. Há também as que não têm gosto de nada, seria assim um tipo de Família Dieta, que você suporta só para manter a linha. Seja como for, família é prato que deve ser servido sempre quente, quentíssimo. Uma família fria é insuportável, impossível de se engolir. Enfim, receita de família não se copia, se inventa. A gente vai aprendendo aos poucos, improvisando e transmitindo o que sabe no dia a dia. A gente cata um registro ali, de alguém que sabe e conta, e outro aqui, que ficou no pedaço de papel. Muita coisa se perde na lembrança. Principalmente na cabeça de um velho já meio caduco como eu. O que este veterano cozinheiro pode dizer é que, por mais sem graça, por pior que seja o paladar, família é prato que você tem que experimentar e comer. Se puder saborear, saboreie. Não ligue para etiquetas. Passe o pão naquele molhinho que ficou na porcelana, na louça, no alumínio ou no barro. Aproveite ao máximo. Família é prato que, quando se acaba, nunca mais se repete."

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

É preciso saber viver!

O menor discurso de Bryan Dyson..., ex-presidente da Coca Cola... Ele disse ao deixar o cargo de Presidente da Coca Cola: “ Imagine a vida como um jogo em que você esteja fazendo malabarismos com cinco bolas no ar. Estas são: seu Trabalho - sua Família - sua Saúde - seus Amigos e sua Vida Espiritual, e você terá de mantê-las todas no ar. Logo você vai perceber que o Trabalho é como uma bola de borracha. Se soltá-la ela rebate e volta. Mas as outras quatro bolas: Família, Saúde, Amigos e Espírito, são frágeis como vidros. Se você soltar qualquer uma destas, ela ficará irremediavelmente lascada, marcada, com arranhões, ou mesmo quebradas, vale dizer, nunca mais será a mesma. Deve entender isto: tem que apreciar e esforçar para conseguir cuidar do mais valioso. Trabalhe eficientemente no horário regular do escritório e deixe o trabalho no horário. Gaste o tempo requerido à tua família e aos seus amigos. Faça exercício, coma e descanse adequadamente. E sobre tudo... Cresça na sua vida interior, no espiritual, que é o mais transcendental, porque é eterno. Shakespeare dizia: "Sempre me sinto feliz, sabes por quê? Porque não espero nada de ninguém. Esperar sempre dói. Os problemas não são eternos, sempre têm solução. O único que não se resolve é a morte. A vida é curta, por isso, ame-a! Viva intensamente e recorde: Antes de falar... Escute! Antes de escrever... Pense! Antes de criticar... Examine! Antes de ferir... Sente! Antes de orar... Perdoe! Antes de gastar.. Ganhe! Antes de render... Tente de novo! ANTES DE MORRER... VIVA !!

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Tinha mesmo que por ali passar...

PROJETO DE VIDA//UM RIACHO
(Angélica da Silva Arantes) Eu era um riacho de água cristalina Que um dia teve que entrar pelo mar Mas veja qual não foi a minha sina Para isso teria que um pântano adentrar. Olhei para um lado, olhei para o outro, Não encontrei um meio de me desviar Não tinha nada que visse em oposto. Tinha mesmo que por ali passar. Entristecido clamei ao Criador E comecei com Ele a questionar Sendo eu um riacho belo e formoso Por que teria que no pântano mergulhar? Sorrindo Ele de pronto me respondeu Veja o modo como deves o encarar Se passares com medo e vagaroso, Na certa irá com ele se misturar. Mas se fores ligeiro e corajoso Isso na certa não acontecerá O vento seu companheiro zeloso De misturar com o pântano te livrará. E assim muitas pessoas agem Com medo deixam de arriscar Não passam com medo de uma barragem E vivem como um riacho sem nunca ser um mar.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

2012

Ainda me preparando para escrever sobre minha visão após a experiência tão difícil que estou vivendo, ainda venho aqui pra dedicar um post só de desabafo. Bom, ontem após tantas tentativas... (acho que passei boa parte de 2011 tentando) consegui assistir até o fim o filme 2012. Puxa! Achei tudo muito louco... depois das tremendas impactantes imagens, só mesmo as frases!!! A primeira me fez pensar muito afinal, estou num momento aflitivo em que recebo ajuda das mais inusitadas direções e fico feliz por ainda existirem tantos bons corações, quer saber? Hoje já não consigo olhar e dizer amarguradamente que o mundo está perdido.., tenho convivido (desde lá no hospital) com pessoas tão diferentes e tão cheias de bons sentimentos e lições... me arrepio só de lembrar de cada uma delas!?! Pois então... acho que a frase diz tudo: "Quando deixarmos de lutar uns pelos outros, perdemos nossa Humanidade". - Perfeito! Bom foi realmente formidável o filme, de lá do meu sofá... pude sentir o frescor da brisa quando abriram as portas das arcas após dias do acontecido. As vezes é essa a impressão que tenho, que 2012 foi uma tormenta com altos impactos na minha vida... mas que a base de muita força, persistência e fé... conseguirei chegar lá na frente e sentir a brisa das portas se abrindo! Acho que assisti na melhor hora, talvez antes não tivesse tido essa percepção. Gostei muito. E pra finalizar a outra frase que não consigo esquecer... "Estamos juntos, aonde estivermos é nossa casa, não precisa ter medo, estamos aqui, juntos". Se prestar atenção essa cena nem teve tanta ênfase, mas puxa, foi talvez a mais simples, mas a que mais me tocou, não por ser o final feliz... mas por que eles não lutaram só pelo final feliz, eles lutaram uns pelos outros, lutaram pela vida e foram felizes por terem recebido mais uma chance. Eles não só tinham medo como tinham coragem, não só passaram pelos fins como também fizeram de todos possíveis finais... seus recomeços! Que quando chegar o fim de 2012, eu possa sentir a brisa e dizer num grande abraço que valeu e que sempre haverá para todo "fim" um "recomeço". Amém.

domingo, 5 de agosto de 2012

domingo, 29 de julho de 2012

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Esperando pelo momento de respirar tranquilamente, para poder voltar aqui e escrever tudo que anda passando na minha vida e na minha cabeça. Hoje? Só queria um colinho... um afago ia super bem, dois com chocolate quente, perfeito.

sábado, 23 de junho de 2012

Queria fazer as pazes com Junho

Na minha adolescência eu tinha uma certa repugnância ao mês de Junho, eu nunca tive certeza do por quê, mas sempre desconfiei que era por conta do dia dos namorados... Mas, tudo bem a vida passa e as estranhezas também. Mas agora, já numa fase mais madura descobri que ainda não me dou bem com o dito Junho, e pior agora tenho dois motivos. No dia 1 de Junho de 2012, fazia 4 anos que eu perdi uma pessoa muito especial pra mim, meu tio, meu padrinho e meu amigo, o irmão mais chegado da minha mãe. Só que também foi nessa exata data em que vim a passar por um grande apuro, ter que internar a minha mãe, minha amiga, minha estrutura, meu tudo; ela sofreu um AVC e devido a lesão ter sido considerada grave, ela permaneceu 22 dias hospitalizada, passou por diversos exames e embora ela esteja hoje, muito bem, em casa desde ontem a noite... eu ainda estou sofrendo muito por que tudo mudou completamente na minha vida, afinal a vida dela é também a minha, precisamos uma da outra. Ainda me falta o ar... só de lembrar tudo o que já passamos nesses longos dias, mas ainda muita coisa em relação a tudo isso me assusta. Só peço a Deus que eu tenha força, paciência e sabedoria. Enquanto isso, sinto vontade de fazer as pazes com Junho, mas está difícil, afinal há acontecimentos nele que sempre me machucam.

domingo, 27 de maio de 2012

Surpreende...r... nte!

"Na sua vida, não tenha medo de ser fraco, já que a fraqueza representa capacidade de amar. Quando o outro, pelas mais diversas razões esperar pelo seu ódio, surpreenda-o com o seu amor" [Pe. Fábio de Melo]

Na vida...

As vezes, não ter nada especial pra fazer pode parecer vazio... Mas nesses momentos minha alma também procura a maravilha, nas coisas mais simples, o que pra muitos pode significar desperdício... eu encontro os mais inacreditáveis momentos tesouros na vida!

Será?

... Saudade é amar um passado que ainda não passou, É recusar um presente que nos machuca, É não ver o futuro que nos convida... (Pablo Neruda)
Será a saudade... a bater? Mas saudade do quê? Saudade ou vontade? O que será? ...

Me conheceres... muito prazer.

Não te preocupes com os que não te conhecem, mas esforça-te por seres digno de ser conhecido. (Confúcio)

terça-feira, 22 de maio de 2012

Nós por nós

Hoje por um momento dentro do meu extenso dia, parei tudo... apenas um segundo. Respirei. Olhei em volta... e fiquei tentando repetir a reflexão a cada segundo que eu conseguia parar para respirar...rs. Estou feliz por que vou voltar a fazer yoga, o que me ajuda muito, afinal na yoga nós aprendemos que o nosso foco deve ser nós mesmos! Através do autoconhecimento é que conseguimos encontrar o equilíbrio tão necessário para estar em paz com tudo a nossa volta. Voilá... esticaremo-nos além por além amém hehe.
Ainda pensando sobre a yoga, podemos resumir que uma hora da atividade é na realidade um encontro nós com nós, ou seja, uma conversa com nosso interior. E... me veio na memória um filme que vi há um tempinho, que tem como título traduzido em português: Conversa com Deus. Na época achei um pouco monótono, com certo grau de dificuldade já que deixava uma lacuna para uma dupla interpretação, mas enfim o que quero dizer é que a síntese do filme é exatamente 'conversar com seu interior' aliás, vai mais além, sugere que nós encontremos no âmago as respostas, todas elas. Fascinante não é mesmo? Eu acho. Por isso acredito que preciso resgatar isso em mim, voltar a escrever foi um dos primeiros passos para me reencontrar. Não resisti... e fui procurar minhas anotações sobre o filme. Vejamos...
Quem decide por que vivemos e o que morreremos defendendo? Quem nos acorrenta? E quem guarda a chave que pode nos libertar? ... É você. Ou melhor, Nós mesmos. Cada um por si. Por que só VOCÊ tem todas as armas de que precisa. [Controle seu mundo! ] Quem honra aqueles que amamos com a vida que levamos? Quem manda monstros para nos matar..., e ao mesmo tempo, diz que nunca vamos morrer? Quem nos ensina o que é verdade/autêntico e a rir das/com as mentiras? É somente você que é capaz de saber exclusivamente sobre seu mundo... E é importante que você saiba disso, para tudo mais. Para aqueles que lutam por ela... A VIDA tem um sabor,,, que os abrigados jamais conhecerão. E lembre-se: Se não lutar por alguma coisa... Pode ser vencida por qualquer coisa.
Nós por nós, para desatar o nó do desequilíbrio.

sábado, 19 de maio de 2012

Reclamações ou desabafos?

Estava eu lá... em plena sexta-feira a noite fazendo a compra do mês no supermercado, após um cansativo dia de trabalho... e de repente, encontro uma amiga queridíssima da época da faculdade, e ficamos lá paradas cada uma com seu carrinho trocando figurinhas, e para minha surpresa, eu mesma quase nem falei, só a querida falou! E fiquei com a cena na memória por que ela praticamente só reclamou... É lógico que como todo início de conversa, rolou a típica " E aí como anda a vida?"... e eu só consegui dizer, ta tudo igualzinho, nada mudou nada aconteceu na minha vida (e eu disse na intenção de não começar a reclamar, pq eu tenho o péssimo vício de listar reclamações) e foi curioso... que bem no dia e na hora que eu resolvi não reclamar da vida, a minha amiga fez exatamente isso e com muita ênfase! Nossa, pra mim foi um alívio, sabia. Pensando aqui comigo, sempre tive receio de ser taxada de "reclamona" e temo afastar as pessoas, pq no primeiro momento que tenho para conversar, eu sempre reclamo de alguma coisa... MAS percebi que isso é mais humano que muito humano por aí!?! Eu ali... amando ter alguém reclamando da vida, simplesmente por que ela é uma pessoa querida, por estava matando a saudade, por que fiquei feliz naqueles minutos, tão simples, mas tão acalentadores. Reclamações ou desabafos? Sabe qual a reflexão que tive... as maiores reclamações, ou as mais seguidas possíveis... só conseguimos desabafar com quem confiamos, frente a pessoas que nos fazem sentirmos transparentes, quem nos deixa a vontade e na maioria das vezes quem nos passa segurança. Ah! Nunca fiquei tão feliz por ouvir desabafos. Me senti amiga, um ombro amigo. Espero que as pessoas que por um milésimo de segundo tenha ouvido minhas reclamações, lamentos e desabafos... que elas possam se sentir bem pela confiança do desabafo e não pensar que são meras reclamações. O mundo se transforma, e a vida passa tão depressa... e tudo nos interessa ;) Um salve aos amigos, e um ótimo fim de semana!

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Minha fé... é minha proteção!

Venho vindo de semanas cansativas, tenho me sentido exausta... Sempre em meio a correria do dia-a-dia aparecem coisas boas, iniciativas saudáveis, pessoas interessantes, desafios intrigantes, elogios sinceros e e olhos cobertos de energia negativa. O que pode me ferir, dói... mas por outro lado também me salva. A dor física se torna sutil, e o que tumultua meus pensamentos ao me embaralhar, me força a me centrar. Sempre corro ao colo do Pai para expor minhas angústias, meus medos, minhas dores, chorar pelas injustiças, detalhar minhas fraquezas... é quando me olho no espelho. É quando enxergo o que sou, quem me mantém de pé e é quando sou toda meu coração em uma oração. Por tudo, apesar de... e por hoje, Amém!
A Luz que me guia é mais forte que os olhos que me cercam!

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Solidão Literária


Nos últimos dias tenho tido a sensação de estar sozinha, o que vem contradizendo total com a realidade porque nos ultimos dias o que mais tenho desejado é estar só. Tanta gente, tanto barulho... e eu desejando silêncio, enquanto meu interior sente falta de uma boa companhia. Com esse friozinho, queijo com torradas e vinho... sigo aqui entre tantos pensamentos querendo entender como seria essa companhia. Pena que falta alguém...

domingo, 22 de abril de 2012

Precisando de Equilíbrio...

Veio numa hora boa esse e-mail Código dos Indígenas Americanos Extraído do Livro de Robert Wong: "O Sucesso está no Eqüilíbrio" 1 - Levante com o Sol para orar. Ore sozinho. Ore com freqüência. O Grande Espírito o escutará se você, ao menos, falar. 2 - Seja tolerante com aqueles que estão perdidos no caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza originam-se de uma alma perdida. Ore para que eles encontrem o caminho do Grande Espírito . 3 - Procure conhecer-se, por si próprio. Não permita que outros façam seu caminho por você. É sua estrada e somente sua. Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você. 4 - Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-os com o melhor alimento, a melhor cama e trate-os com respeito e honra. 5 - Não tome o que não é seu. Seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza ou da cultura. Se não foi ganho nem foi dado, não é seu . 6 - Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a Terra. Sejam elas pessoas, plantas ou animais. 7 - Respeite os pensamentos, os desejos e as palavras das pessoas. Nunca interrompa os outros nem ridicularize, nem rudemente os imite. Permita a cada pessoa o direito de expressão pessoal. 8 - Nunca fale dos outros de uma maneira má. A energia negativa que você coloca para fora, no Universo, voltará multiplicada a você. 9 - Todas as pessoas cometem erros. E todos os erros podem ser perdoados. 10 - Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito. Pratique o otimismo. 11 - A Natureza não é para nós, ela é parte de nós. Toda a Natureza faz parte da nossa família Terrena. 12 - As crianças são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e regue com sabedoria e lições de vida. Quando estiverem crescendo, dê-lhes espaço para que cresçam. 13 - Evite machucar os corações das pessoas. O veneno da dor causada aos outros, retornará a você. 14 - Seja sincero e verdadeiro em todas as situações. A honestidade é o grande teste para a nossa herança do Universo. 15 - Mantenha-se equilibrado.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Porque há sim: Canções e Momentos...


Há canções e há momentos
Eu não sei como explicar
Em que a voz é um instrumento
Que eu não posso controlar
Ela vai ao infinito
Ela amarra todos nós
E é um só sentimento
Na platéia e na voz
Há canções e há momentos
Em que a voz vem da raiz
Eu não sei se quando triste
Ou se quando sou feliz
Eu só sei que há momentos
Que se casa com canção
De fazer tal casamento
Vive a minha profissão


(Milton Nascimento)

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Eu tenho a força...!


Depois de semanas exaustivas... uma folguinha é merecedora, com família em casa então, nem se fale! AmoooO

Nesta época pascal,

limpe a poeira que por ventura estiver impedindo que você enxergue que viver é um ato de amor!
Renove tudo que for contrário a isso e renasça!
Vale a pena tentar..

ACREDITE NA SUA FORÇA INTERIOR E NO SEU POTENCIAL!



Tenha um ótimo feriado e uma Páscoa recheada de muito amor, muita paz, alegrias, saúde e muito chocolate.


Feliz Páscoa pra vocês e toda a sua família!!!


Abraços