sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Cheia de Saudades!

Ah! Hoje fiquei tristinha por que minha novela "cheias de charme" acabou, vou sentir saudades. Adorava. E nunca vou esquecer o Elano.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Arrepios de uma mente

AS vezes você me vê mas não me enxerga como eu te fotografo, se percebes não sabes, mesmo sem saber, sem ser... é tão gostoso sentir mesmo que por mísero segundo. Você não imagina como te imagino, ao me agradar quando eu não espero és um desatino, ao penetrar meus pensamentos me arrepia, assusta, comove e vai embora. Possibilidade, longe da realidade. Opostos dentro da cidade, tão perto mas separados por uma imensidão. Segundo a vida, faz tremer perto e nem lembra longe, muros da ignorância impermeiam um sonho, mas talvez você não passa de um segundo no pensamento. Passarei a chamar por cheiro bom, azul perturbador, tremor improvável, desejo proibido, quase amigo, sonho impossível. Flash black adolescente. Imaginação quente. Talvez você só exista desse jeito em minha mente, mas não deixas de ser delírio presente. Me encontre novamente, mas não chegue muito perto é melhor pra gente.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Nas curvas

Há tempos atrás quando alguém me decepcionava, fosse quem fosse e o que fosse, eu me chateava e ficava totalmente surpresa e confusa, era de doer algumas atitudes das pessoas... hoje eu tenho outra visão a respeito disso. Confesso que ainda me surpreendo com o egoísmo e com a hipocrisia, sinto muito pela frieza mascarada em tantos relacionamentos e até mesmo nas convivências do dia-a-dia... Acho que tudo se resume num único ponto: ainda falta muito Amor entre os seres humanos. Amor de Verdade, tá em falta. Mas finalizando o desabafo inicial, não me sufoca mais a decepção. Quando as coisas acontecem ou não, se as pessoas me magoam, seja da forma que for, não me importo mais se foi proposital ou não, me contento em saber que aprendi mais uma vez. Há as lições inéditas e ainda aquelas que se repetem, não vale decorar, na vida tudo exige que você saiba contornar quando preciso e seguir em frente mesmo sem que ninguém lhê carona. Há momentos que no silêncio o barulho é perturbador, e há momentos em que em meio a tantos barulhos você só se encontra em seu próprio silêncio. Vivendo e Aprendendo. Amando apenas por amar. Esperando por que ainda há Fé, e quem sabe o Amor um dia Venha.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Após uma longa espera...

Uma grande chuva vem molhar... o que antes estava cansado de estar seco.
Amém.

Felicidade Realista

*** Li esse e-mail hoje, adorei, tinha que postar***
A princípio, bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos. Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis. Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas. E quanto ao amor? Ah, o amor... Não basta termos alguém com quem poder conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando. Isso é pensar pequeno: queremos amor, todinho maiúsculo. Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, Queremos jantar à luz de velas de segunda a domingo, queremos ser felizes assim e não de outro jeito. É o que dá ver tanta televisão. Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista. Ter um parceiro constante, pode ou não, ser sinônimo de felicidade. Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum. Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio. Dinheiro é uma benção. Quem tem precisa aproveitá-lo, gastá-lo, usufruí-lo. Não perder tempo juntando, juntando, juntando. Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado. E, se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade. Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável. Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno. olhe para o relógio: hora de acordar. É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz mas sem exigir-se desumanamente. A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio. Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade. Se a meta está alta demais, reduza-a. Se você não está de acordo com as regras, demita-se. Invente seu próprio jogo. Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade. Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormenta e provoca inquietude no nosso coração. isso pode ser alegria, paixão, entusiasmo, mas não felicidade.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Vai embora alergia... seja bem-vinda Alegria!

Após 15 dias numa crise alérgica triste, passei metade do domingo no 24 hrs, e na segunda acordei pior. Ninguém merece! A inflamação alérgica da garganta e do nariz, subiu pros olhos e estou numa angustia dolorosa, não vejo a hora que passa. E tem outra coisa: estou sentindo muita falta da minha melhor amiga, das conversas cotidianas... mamãe seu silêncio me deixa tão pequenininha... Deus, traz aquela voz tagarela de novo pra mim?! Saudades sufocantes. Eu imaginava que faria falta nossas brigas... mas não imaginava tantoO. Deus esteja conosco, como ontem, hoje e sempre. Amém.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

sábado, 8 de setembro de 2012

ReCHeiO

O que está atrás de nós e o que está à nossa frente são coisa pouca, comparado ao que está dentro de nós. (Ralph Waldo Emerson)

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

sábado, 1 de setembro de 2012

Tudo muda o tempo todo no mundo!

"Não há lugar para onde correr: as mudanças, quando precisam acontecer, sabem como nos encontrar." (Ana Jácomo)

Um flash

Eu não procuro alguém pra pentencer e ter posse, só quero uma fonte segura de amor que não dependa das obrigações, das falas decoradas, dos scripts prontos. Eu sei que eu abri mão de várias oportunidades. Sei que fiz pouco caso do amor que me entregaram de maneira pura e gratuita, só porque eu achava que podia encontrar coisa melhor. (…) eu só queria alguém minimamente eterno em sua duração, que me fizesse parar de achar normal essa história de perder as pessoas pela vida.